Ir para o conteúdo

Prefeitura de Wenceslau Braz - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
30
30 SET 2022
TURISMO
APONTAMENTOS PARA O DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO: WENCESLAU BRAZ EM TEMPOS DE CONSTRUÇÃO DO SETOR TURÍSTICO
enviar para um amigo
receba notícias

Se observarmos os grandes polos turísticos nacionais e internacionais, podemos elencar fatores como beleza natural, cultura histórica, lazer voltado para a saúde e o bem estar, turismo de aventura, gastronomia típica, exotismo cultural como experiência pessoal, turismo religioso e ou místico, turismo climático, rural, de eventos, entre outros.

Em âmbito regional, estas características podem ser observadas em várias cidades, e um exemplo típico é a estância hidrotermal Poços de Caldas. Com sua gênese ligada ao termalismo, construído e idealizado na época do segundo império pelo médico termalista Pedro Sanches de Lemos, a cidade viveu seu apogeu no início do século passado, com o termalismo e o lazer associado ao ‘prazer’ dos jogos de azar, quando foram erigidos vários cassinos, alguns luxuosos, como o Palace e a Urca, outros mais modestos instalados nos (hoje numerosos) hotéis. O mais tradicional deles, o Palace Hotel, possui piscina de água sulfurosa (termal), conectado às Termas Antônio Carlos e ao Palace Casino, ambos pertencentes ao patrimônio estadual (Codemig).

Num segundo momento, com a proibição dos jogos de azar em meados dos anos 1940, a cidade teve que se reinventar, e dispondo de pontos turísticos aprazíveis e panorâmicos (Véu das Noivas (com cachoeira e restaurante anexo, hoje fechado), Recanto Japonês (aos pés da serra de São Domingos, cuja casa de chá, pérola da arquitetura nipônica, fora incendiada em 2018), Fonte dos Amores (hoje escassa), Estátua do Cristo Redentor no alto da serra de São Domingos (com acesso via teleférico, hoje sucateado), além de praças imponentes inspiradas em modelos franceses com pérgolas, fonte luminosa (Praça José Afonso Junqueira), repletas de gramados cuidadosamente cultivados, com canteiros de flores e paisagismo te tirar o fôlego, o fluxo de interesse turístico numeroso e fiel, manteve a cidade na crista da onda pelas décadas seguintes.

A partir dos anos 1970, veio o início do esgotamento e decadência, quando as dezenas de ônibus de excursão que tomavam as largas alamedas da estância e as portas dos hotéis começaram a rarear, a cidade passou a investir na indústria da mineração, que se esgotou nas décadas seguintes.  Hoje a cidade busca se reinventar com o turismo de eventos, e seus administradores colocaram parte daquele patrimônio (Complexo do Cristo com o teleférico, Véu das Noivas, Fonte dos Amores e Recanto Japonês) à venda...

O exemplo de Poços de Caldas serve como parâmetro de desenvolvimento turístico – apogeu e queda, pensado e instalado ao longo de décadas, mas que atingiu clímax de ciclo no final do século passado. Em 6 de novembro a cidade completa 150 anos de fundação como município e busca novos horizontes econômicos, pois dispõe de parque industrial mediano, com força geradora de empregos no setor de comércio e serviços. A tradição turística permanece, mas num processo de reinvenção e incremento de seu patrimônio construído em décadas e que, certamente, ainda atrai a atenção do turista que procura por lazer numa estância imponente e tradicionalíssima.

Neste momento que nossa modesta cidade de Wenceslau Braz – com potenciais ecológicos inegáveis, mas onde o setor turístico nunca recebeu a atenção dos gestores ao longo de seus pouco mais de 50 anos de emancipação política, vale refletir sobre como iniciar um projeto de construção de atrativos turísticos que despertem a atenção de um fluxo de visitantes que certamente irá impulsionar a economia local (comércio, hospedagem, serviços) e gerar empregos diretos e indiretos, característica fundamental do setor.

Para tanto, iniciamos no último dia 27 de setembro de 2022 – com a assessoria do Circuito Turístico Caminhos da Mantiqueira, à qual o município voltou a estar associado após hiato de cinco longos anos – a primeira das três edições da Conferência Municipal de Turismo, com vistas a formatar um Plano Municipal de Turismo (PMT), composto de tópicos discutidos entre os participantes (servidores, incluindo o prefeito municipal, conselheiros do COMTUR, empresários, artesãos(ãs), vereadores e cidadãos).

Ao final desta primeira Conferência, os presentes anotaram pontos em resposta à pergunta: Qual a sua expectativa com o PMT?. Entre os tópicos, destaque para: a geração de emprego e renda, crescimento econômico, valorização da imagem da cidade em nível regional, a necessidade de sistematizar acesso e criar atrativos turísticos, valorização da cultura (eventos) e procura por potencialidades (gastronomia, fruticultura, artesanato, etc), com destaque para os atrativos naturais (cachoeiras, mirantes) e ecológicos (florestais), exploração do turismo religioso (romeiros e peregrinos, que cruzam o município às centenas ao longo do ano), turismo rural e climático, e instrução da população no sentido de interagir com os visitantes, seja na orientação espacial, seja na divulgação da história do município, que também carece de elementos paisagísticos mais atraentes (árvores florais, praças, canteiros de flores, gramados, etc). A conclusão dos mosaicos em três escadarias da área central figura como iniciativa primeira dentro de uma proposta de revitalização urbana da cidade. Mas é preciso muito mais.

Certamente, vale frisar que o desafio é imenso, e será  alcançado por etapas, gradativas, escalonadas, as quais estarão interligadas em sequência. A geração de emprego e renda figura na ponta final do processo, para o que é preciso despertar a atenção do turista para os atrativos listados acima, criados, desenvolvidos e oferecidos ao visitante como pedra de toque de uma estrutura turística a ser construída ao longo dos próximos anos e formatada no já citado Plano Municipal de Turismo.

Fonte:
Autor: José Mauro Moreira
Local:
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia